.



logo
O que é? Acerca de, como fazer..., significado da palavra, definição e definições, glossário de termos, perguntas com respostas às dúvidas em SOBRE.COM.PT
header

   
sombra
 

Jean Piaget | Conteúdo SOBRE.COM.PT

 

Jean Piaget (* 09/08/1896 - + 17/09/1980)

Piaget, foi um renomado psicólogo suíço, conhecido por seu trabalho pioneiro no campo da inteligência infantil. Seus estudos sobre o processo de raciocínio infantil tiveram fenomenal importância na Psicologia e na Pedagogia.
Jean Piaget nasceu em Neuchâtel, na Suíça. Ainda em sua infância, Piaget que era um menino inteligentíssimo demonstrou grande interesse por História Natural. Aos 11 anos de idade, mais uma vez comprovando sua inteligência acima da média,  publicou seu primeiro trabalho sobre um pardal albino. Seria então o início de sua carreira científica. Freqüentou a Universidade de Neuchâtel, onde estudou Biologia e Filosofia. Aos 22 anos de idade em 1918 já era Doutor em Biologia.
Após formar-se, foi para Zurich, lá ele freqüentou aulas lecionadas por Jung e trabalhou como psiquiatra em uma clínica. Com esta experiencia passou a combinar a psicologia experimental ( método formal) com métodos informais como conversas e análises de pacientes. Jean Piaget revolucionou as concepções de inteligência e de desenvolvimento cognitivo partindo de pesquisas baseadas na observação e em entrevistas que realizou com crianças. Piaget desenvolveu estudos sobre os próprios processos metodológicos, concretamente o método clínico e a observação naturalista. Estes métodos correspondem a importantes avanços na investigação em psicologia.
Em 1919, mudou-se para a França, e foi trabalhar no laboratório de Alfred Binet, um famoso psicólogo infantil que desenvolveu testes de inteligência para crianças.
O ano de 1919 foi deveras importante em sua vida, pois iniciou seus estudos sobre a mente humana e suas habilidades cognitivas. Com a experiencia no laboratório de Alfred Binet em França,  Piaget notou que crianças da mesma faixa etária cometiam erros semelhantes nesses testes e concluiu que o pensamento lógico se desenvolve gradativamente.
 Em 1921, tornou-se diretor de estudos no Instituto J. J. Rousseau da Universidade de Genebra (Suiça). Pode então realizar o maior trabalho de sua vida, registando meticulosamente ações, palavras e  raciocínio de crianças
 
Em 1923, casou-se com Valentine Châtenay, com quem teve três filhas: Jacqueline (1925), Lucienne (1927) e Laurent (1931). As teorias de Piaget foram, em grande parte, baseadas em estudos e observações de seus filhos que ele realizou ao lado de sua esposa.
Piaget lecionou em diversas universidades européias. Lecionou na Universidade de Sorbonne (Paris, França), onde permaneceu de 1952 a 1963. Fundou e dirigiu o Centro Internacional para Epistemologia Genética. Ao longo de sua carreira Escreveu mais de 100 livros e 600 artigos, alguns dos quais contaram com a colaboração de Barbel Inhelder. Entre eles, destacam-se: Seis Estudos de Psicologia, A construção do Real na Criança, A Epistemologia Genética, O Desenvolvimento da Noção de Tempo na Criança, Da Lógica da Criança à Lógica do Adolescente, A Equilibração das Estruturas Cognitivas.
Quando faleceu em Genebra em 17/09/1980 ainda actuava como director do Centro de Epistemologia Genética.


Resumidamente para Piaget a aprendizagem dá-se através do equilíbrio entre a assimilação e a acomodação, resultando em adaptação. Segundo este esquema, o ser humano assimila os dados que obtém do exterior, mas uma vez que já tem uma estrutura mental que não está "vazia", precisa adaptar esses dados à estrutura mental já existente.
Piaget deu origem à Teoria Cognitiva, onde demonstra que existem quatro estágios de desenvolvimento cognitivo no ser humano: Sensório-motor, Pré-operacional, Operatório concreto e Operatório formal

Sensório-motor

Primeiro estágio que dura do nascimento ao 18º mês de vida, a criança busca adquirir controle motor e aprender sobre os objetos físicos que a rodeiam. Esse estágio é chamado sensório-motor, pois o bebé adquire o conhecimento por meio de suas próprias ações que são controladas por informações sensoriais imediatas.
A partir de reflexos neurológicos básicos, o bebê começa a construir esquemas de ação para assimilar mentalmente o meio. A inteligência é prática. As noções de espaço e tempo são construídas pela ação. O contato com o meio é direto e imediato, sem representação ou pensamento.

- a exploração manual e visual do ambiente;
- a experiência obtida com ações, a imitação;
- a inteligência prática (através de ações);
- ações como agarrar, sugar, atirar bater e chutar;
- as ações ocorrem antes do pensamento;

Pré-operacional


O segundo estágio de desenvolvimento considerado por Piaget é o estágio pré-operacional, que coincide com a fase pré-escolar e vai dos 2 anos de idade até os 6.
Nesse período, as características observáveis mais importantes são:
- inteligência simbólica;
- o pensamento egocênctrico e intuitivo;
- a centração (apenas um aspecto de determinada situação é considerado);
- a confusão entre aparência e realidade;
- a noção de irreversibilidade;

Operatório concreto


No estágio operatório concreto, que dura dos 7 aos 11 anos de vida, a criança começa a lidar com conceitos abstratos como os números e relacionamentos. Esse estágio é caracterizado por uma lógica interna consistente e pela habilidade de solucionar problemas concretos. A criança desenvolve noções de tempo, espaço, velocidade, ordem, casualidade,..., já sendo capaz de relacionar diferentes aspectos e abstrair dados da realidade. Não se limita a uma representação imediata, mas ainda depende do mundo concreto para chegar à abstração.
- Por volta dos 7 anos, o equilíbrio entre a assimilação e a acomodação torna-se mais estável;
- Surge a capacidade de se fazer análises lógicas;
- A criança ultrapassa o egocentrismo, ou seja, dá-se um aumento da empatia com os sentimentos e as atitudes dos outros;

Operatório formal


No estágio operatório formal (ou operacional formal) - desenvolvido a partir dos 12 anos de idade, a criança começa a raciocinar lógica e sistematicamente. Esse estágio é definido pela habilidade de engajar-se no raciocínio abstrato. As deduções lógicas podem ser feitas sem o apoio de objetos concretos.
A representação agora permite a abstração total. A criança não se limita mais a representação imediata nem somente às relações previamente existentes, mas é capaz de pensar em todas as relações possíveis logicamente buscando soluções a partir de hipóteses e não apenas pela observação da realidade.
Em outras palavras, as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento e tornam-se aptas a aplicar o raciocínio lógico a todas as classes de problemas.


Um dos pontos principais  que Piaget enfatiza é que os jogos são essenciais na vida da criança.  Ele  diz que a atividade lúdica é o berço obrigatório das atividades intelectuais da criança sendo por isso, indispensável à prática educativa
Segundo Piaget os jogos não são apenas uma forma de desafogo ou entretenimento para gastar energias das crianças, mas meios que contribuem e enriquecem o desenvolvimento intelectual.

"O essencial é que, para que uma criança entenda, deve construir ela mesma, deve reinventar. Cada vez que ensinamos algo a uma criança estamos impedindo que ela descubra por si mesma. Por outro lado, aquilo que permitimos que descubra por si mesma, permanecerá com ela." ( Jean Piaget)



Páginas relacionadas

bg
 





Femininous - Mulher no Feminino
Blogue em Português com conteúdos do universo feminino, direcionado aos Países de língua Portuguesa, em especial ao Brasil e Portugal, temas dedicados à Mulher no Feminino.
femininous.com

Guia de Empresas Portuguesas
Adicione já a sua empresa Gratuitamente no Keyword.pt
www.keyword.pt

Wikipédia
Site da Wikipédia na versão em Português, uma enciclopédia online livre.
pt.wikipedia.org/wiki



 
sombra
sombra sombra